Tecnicamente , as partículas de água em contacto com a camada externa do gelcoat, atravessam essa barreira e chegam até às primeiras camadas de fibra de vidro do casco. Ai começa um processo químico chamado de hidrolise, onde a água começa a quebrar a cadeia molecular da resina. Neste processo existe a formação de resíduos que sujeitos a pressão osmótica produzem bolhas na face externa do casco – Quando rebentam produzem um cheiro intenso a vinagre. Adiar o seu tratamento resultará numa contaminação maior num curto espaço de tempo